Um futuro mais seco abre espaço para mais incêndios

O período de secas cria condições ideais para incêndios naturais. A falta de chuva e baixa umidade do ar seca as árvores e a vegetação, combustíveis para o fogo. Com essas condições, raios, falhas elétricas ou humanas podem fazer até mesmo as queimadas planejadas saírem do controle rapidamente.

A previsão é de que o aquecimento global altere os regimes de chuva e evaporação em todo o mundo, levando climas mais úmidos para algumas áreas e secos em outras. Regiões que terão condições mais secas também terão maiores riscos de mais e maiores incêndios florestais. 

A equipe do Instituto Goddard de Estudos Espaciais da NASA (GISS), em New York examinou amostra de solos e índices de umidade de 17 modelos de climas futuros diferentes, e concluiu em todos que se a emissão de gases de efeito estufa continuar a aumentar no ritmo atual, as chances de uma mega seca no Sudoeste americano são de 80% até o fim do século. Além disso, as secas provavelmente serão mais severas que as vistas no último milênio. 

A previsão é de que os incêndios florestais podem influenciar também no regime de neve durante o inverno, com maior acúmulo de neve durante a estação, além de produzir uma neve mais escura, que absorve maior calor.

Fonte: https://climate.nasa.gov/news/2891/a-drier-future-sets-the-stage-for-more-wildfires/ 

Voltar para o blog

Assine a nossa newsletter

Somos pioneiros em Gestão Climática e geração de créditos de carbono com impacto positivo.