1º Projeto de Metano Evitado

Projeto realizado em parceria com 12 pequenos produtores de suínos localizados no oeste do estado de Santa Catarina.

Descrição do Cliente

As Granjas Suínas de Santa Catarina têm o compromisso com a geração de impacto ambiental positivo. Por isso, após identificar riscos na captura, combustão do biogás e no tratamento sequencial de dejetos em lagoas, optaram por uma alternativa mais eficiente com o tratamento aeróbio dos dejetos e eliminação da formação de metano.

Desafios

O desafio estava na própria gestão ambiental dos resíduos da suinocultura, conhecidos por seus impactos adversos no solo, na água e no ar. O ecossistema local estava em ameaça significativo devido ao alto potencial de emissão de metano, à contaminação ambiental das áreas e dos mananciais, à presença de insetos e o odor desagradável.

Vale destacar que o gás metano é o segundo gás de efeito estufa entre os mais poluidores gerados pelas atividades humanas e polui até mesmo mais que o dióxido de carbono.

Resultados

A solução implementada envolveu a adoção de sistemas automatizados de compostagem. Esse processo transforma os dejetos suínos, considerados poluentes, em composto orgânico de alta qualidade e muitos nutrientes.
Tal composto passou a ser comercializado, gerando receita adicional para as fazendas e contribuindo para a melhoria da qualidade de vida na comunidade.
No primeiro período creditício de dez anos do projeto, evitamos a emissão de 77.445 toneladas de CO2e na atmosfera

Resultados