O fim do mundo pode começar por baixo

De acordo com o primeiro estudo científico de revisão global, os insetos nunca estiveram tão perto da extinção, sendo que uma das previsões enxerga o desaparecimento total da vida artrópode em menos de 1 século.

Com uma taxa de extinção quase 8 vezes mais rápida que mamíferos, aves e répteis, mais de 40% das espécies de insetos estão em declínio e um terço corre perigo de desaparecer completamente do planeta.

Atualmente os insetos se encontram em um progressão de diminuição de 2,5% ao ano. A possível extinção em massa pode levar ao colapso de basicamente todos os ecossistemas da Terra.

As maiores causas do fenômeno podem ser segmentadas no uso de agrotóxicos (o uso extremo de pesticidas) e o crescente aumento na temperatura global, causada por mudanças climáticas.

A morte dos insetos causaria uma reação em cadeia, uma vez que inúmeras espécies de répteis e aves simplesmente não teriam do que se alimentar. O mais provável é morte por inanição.

E por mais que o número de espécies que conseguem se adaptar à falta de insetos esteja aumentando, o crescimento se demonstra muito lento.

O estudo, publicado pela revista científica Biological Conservation, pode ser lido aqui: https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0006320718313636?via%3Dihub According to the first global scientific review, insects have never been so close to extinction, with one prediction seeing the total disappearance of arthropod life in less than a century.

With an extinction rate almost 8 times faster than mammals, birds and reptiles, more than 40% of insect species are declining and a third are in danger of disappearing completely from the planet.

Currently insects are in a progression of decrease of 2.5% per year. The possible mass extinction can lead to the collapse of basically all the Earth’s ecosystems.

The main causes of the phenomenon can be segmented in the use of agrochemicals (the extreme use of pesticides) and the increasing increase in the global temperature, caused by climatic changes.

The death of insects would cause a chain reaction, since countless species of reptiles and birds simply would not have to feed. The most likely is death by starvation.

And even though the number of species that can adapt to the insect lack is increasing, the growth is very slow.

The study, published by the scientific journal Biological Conservation, can be read here: https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0006320718313636?via%3Dihub

Voltar para o blog

Assine a nossa newsletter

Somos pioneiros em Gestão Climática e geração de créditos de carbono com impacto positivo.