Lançamento do Programa Privado de Finanças da COP 26

Hoje, o programa da COP 26 foi lançado para auxiliar os financiamentos privados a apoiar a transição econômica para zero emissão. O objetivo é de que toda decisão financeira profissional leve em consideração as mudanças climáticas.
A estrutura certa para relatórios, gerenciamento de riscos e retornos incorporará essas considerações e ajudará a financiar toda uma transição econômica. Para ter zero emissões, toda empresa, banco, seguradora e investidor precisará ajustar seus modelos de negócios para um mundo de baixo carbono.

2020 deverá ser um ano de ação climática, tornando a COP 26 – co-hospedada pelo Reino Unido e Itália – uma oportunidade crítica para ajudar a colocar as emissões em uma trajetória rumo a uma economia carbono neutro, consistente com o Acordo de Paris. Reconhecendo que o carbono zero é um imperativo da física climática e, no Reino Unido e em outros 120 países, a lei da terra, os mercados financeiros estão exigindo cada vez mais a divulgação clara e o gerenciamento ativo das oportunidades e riscos climáticos. Financiamento privado é especialmente posicionado para ajudar no apoio à transição necessária para amplificar as mudanças de atitudes, preferências de consumidores e políticas climáticas. O mercado poderá adiantar ajustes do futuro, minimizando custos e melhorando a adaptação.

Em discurso no evento de lançamento, o presidente da COP 26 e Secretário de Estado de Negócios, Energia e Estratégia Industrial, Alok Sharma, disse: “Esse é um ano pivô para o planeta, uma vez que aumentamos nossa ambição de redução de emissões e construímos uma economia resiliente às mudanças climáticas. Mas não é apenas sobre o trabalho individual de governos. A COP 26 é também um momento crítico para ampliar o apoio para países em desenvolvimento. Estamos determinados a trabalhar juntos para entregar um futuro próspero e carbono zero para todos.”

Fonte: https://www.cmia.net/news/cop-26-private-finance-agenda-launched/ Today, the COP 26 agenda has been launched to help private finance support the whole economy transition to net zero. The objective is that every professional financial decision will need to take climate change into account. The right framework for reporting, risk management and returns will embed these considerations and help finance a whole economy transition. To achieve net zero, every company, bank, insurer and investor will need to adjust their business models for a low carbon world.

2020 must be a year of climate action, making COP 26 – co-hosted by the UK and Italy – a critical opportunity to help put emissions on a trajectory towards a net zero economy, consistent with the Paris Agreement. Recognising that net zero is both an imperative of climate physics and, in the UK and 120 other countries, the law of the land, financial markets are increasingly demanding clear disclosure and active management of climate opportunities and risks. Private finance is uniquely placed to help support the transition required by amplifing changes in attitudes, consumer preferences and climate policy. Markets can pull forward adjustments from the future, minimising costs and smoothing the adaptation.

Speaking at the launch event, COP 26 President and Secretary of State for Business, Energy and Industrial Strategy, Alok Sharma said: “This is a pivotal year for the planet as we raise our ambition on emissions reductions and build an economy resilient to climate change. But this is not just about the work of individual governments. We are calling on action from everyone – businesses, civil society and each part of the global financial system to meet the Paris Agreement goals. COP26 is also a critical moment to enhance support for developing countries. We are determined to work together to deliver a prosperous, zero carbon future for all.”

 

Source: https://www.cmia.net/news/cop-26-private-finance-agenda-launched/

Voltar para o blog

Assine a nossa newsletter

Somos pioneiros em Gestão Climática e geração de créditos de carbono com impacto positivo.