Eletricidade de carbono zero ultrapassa os combustíveis fósseis na Grã-Bretanha em 2019

A energia de carbono zero tornou-se a maior fonte de eletricidade da Grã-Bretanha em 2019, fornecendo quase metade da energia do país e superando os combustíveis fósseis pela primeira vez.

Após um declínio dramático na energia a carvão e um aumento nas energias renováveis ​​e de baixo carbono, 2019 foi o ano de energia mais limpa já registrado para a Grã-Bretanha, de acordo com a National Grid, proprietária e operadora da rede de transmissão de eletricidade na Inglaterra e no País de Gales, e também administra as redes escocesas.

Os dados mais recentes da National Grid mostram que os parques eólicos, energia solar e nuclear, juntamente com a energia importada por cabos submarinos, forneceram 48,5% da eletricidade da Grã-Bretanha em 2019. Isso se compara a 43% gerado por combustíveis fósseis – carvão, gás e outras fontes de carbono, como óleo e diesel. Os 8,5% restantes foram gerados por biomassa, como pallets de madeira.

Esse marco ocorre quando o Reino Unido entra no meio do caminho entre 1990 e 2050, ano em que se comprometeu a obter pelo menos uma redução de 100% nas emissões de gases de efeito estufa com base nos níveis de 1990 e a se tornar uma economia líquida zero de carbono.

 

Fonte: https://www.theguardian.com/business/2020/jan/01/zero-carbon-energy-outstrips-fossil-fuels-in-britain-across-2019 Zero-carbon energy became Britain’s largest electricity source in 2019, delivering nearly half the country’s power and outstripping fossil fuels for the first time.

Following a dramatic decline in coal-fired power and a rise in renewable and low-carbon energy, 2019 was the cleanest energy year on record for Britain, according to National Grid, which owns and operates the electricity transmission network in England and Wales, and also runs the Scottish networks.

National Grid’s latest data shows that wind farms, solar and nuclear energy, alongside energy imported by subsea cables, delivered 48.5% of Britain’s electricity in 2019. This compares to 43% generated by fossil fuels – coal, gas, and other carbon sources such as oil and diesel. The remaining 8.5% was generated by biomass, such as wood pellets.

This milestone comes as the UK enters the mid-point between 1990 and 2050, the year in which it has committed to achieve at least a 100% reduction in greenhouse gas emissions based on 1990 levels, and to become a net zero carbon economy.

Source: https://www.theguardian.com/business/2020/jan/01/zero-carbon-energy-outstrips-fossil-fuels-in-britain-across-2019

Voltar para o blog

Assine a nossa newsletter

Somos pioneiros em Gestão Climática e geração de créditos de carbono com impacto positivo.