Dependência do carvão da China ameaça o Acordo de Paris

Enquanto o resto do mundo tem cortado a energia baseada em carvão nos últimos 18 meses, a China adicionou usinas o suficiente para fornecer energia a 31 milhões de casas. Isso de acordo com um estudo que diz que a China agora está no processo de construir ou revitalização de carvão equivalente a toda a capacidade de geração da União Europeia. 

Pesquisadores dizem que a onda é a maior ameaça às metas do Acordo de Paris. 

A dependência do carvão na China como um passo fundamental no desenvolvimento da economia levou ao lendário programa de construção de “uma usina de carvão por semana” entre 2006 e 2015. Mas o incentivo teve muitas consequências negativas, engasgando o ar com poluição em diversas cidades chinesas e levando a uma enorme sobrecarga. Muitas dessas plantas foram capazes de funcionar apenas 50% do tempo.  

Os pesquisadores dizem que durante 2018 até junho de 2019, países fora da China cortaram sua capacidade de energia do carvão em 8.1 gigawatts (GW). No mesmo período, a China adicionou 43GW, o suficiente para fornecer energia para 31 milhões de casas. Comparado com o resto do mundo, o país está construindo 50% a mais de plantas de carvão que todas as outras em construção em todos os outros países combinados. 

Fonte: https://www.bbc.com/news/science-environment-50474824 While the rest of the world has cut coal-based electricity over the past 18 months, China has added enough to power 31 million homes. That’s according to a study that says China is now in the process of building or reviving coal equivalent to the EU’s entire generating capacity.

Researchers say the surge is a major threat to the Paris climate targets.

China’s reliance on coal as a key step in developing the economy led to the fabled “one coal plant a week” building programme between 2006 and 2015. But the push had many negative consequences, choking the air with pollution in many Chinese cities and leading to huge overcapacity. Many of these plants were only able to run 50% of the time.

The researchers say that through 2018 and up to June 2019, countries outside of China cut their coal power capacity by 8.1 gigawatts (GW). In the same period, China added 43GW, enough to power around 31 million homes. Compared to the rest of the world, China is building about 50% more coal plants than are under construction in all other countries combined.

Source: https://www.bbc.com/news/science-environment-50474824

Voltar para o blog

Assine a nossa newsletter

Somos pioneiros em Gestão Climática e geração de créditos de carbono com impacto positivo.