Quase 40% da exploração madeireira em Mato Grosso é ilegal

A exploração ilegal de madeira em Mato Grosso foi detectada em 60,4 mil hectares, o equivalente a 39% da área de exploração madeireira no estado. A maior parte dessa atividade ilegal (67%) está concentrada em propriedades privadas.

Unidades de Conservação, Terras Indígenas e assentamentos rurais foram os locais com menor porcentagem de exploração ilegal, representando respectivamente 7%, 5% e 5%.

Os dados fazem parte do estudo do Instituto Centro de Vida, feito em parceria com a Secretaria de Estado de Meio Ambiente de Mato Grosso. Mesmo com menores taxas de exploração, as UCs tiveram crescimento de 463% nas áreas exploradas ilegalmente. O Parque Estadual Tucumã foi a unidade mais afetada – a exploração na área representou 57% do total em UCs.

 

Fonte: https://www1.folha.uol.com.br/ambiente/2019/10/quase-40-da-exploracao-madeireira-em-mato-grosso-e-ilegal.shtml

A noticia do jornal Folha de São Paulo mostra um grande problema em nosso pais: o desmatamento Nossos projetos contribuem para a redução da situação, seja por reflorestamento e conservação, seja por incentivo ao uso de biomassa renovável (como casca de açaí e arroz, resíduos de serralherias e indústrias de móveis, etc) como combustível na indústria cerâmica. Para saber mais sobre os projetos e compensar suas emissões ao mesmo tempo que investe em benefícios para as comunidades locais e o mundo, basta clicar no menu NOSSOS PROJETOS![:en]Illegal logging in Mato Grosso was detected on 60,400 hectares, equivalent to 39% of the state’s logging area. Most of this illegal activity (67%) is concentrated on private property.

Conservation Units, Indigenous Lands and rural settlements were the places with the lowest percentage of illegal exploitation, representing respectively 7%, 5% and 5%.

The data are part of the study of the Centro de Vida Institute, done in partnership with the State Department of Environment of Mato Grosso. Even with lower exploitation rates, the exploitation in Conservation Units grew by 463% in illegally logged areas. Tucumã State Park was the most affected unit – exploration in the area represented 57% of the total in UCs.

 

Source: https://www1.folha.uol.com.br/ambiente/2019/10/quase-40-da-exploracao-madeireira-em-mato-grosso-e-ilegal.shtml

The news from Folha de São Paulo newspaper shows a big problem in Brazil: deforestation. Our projects contribute to reduce the situation, either by reforestation and conservation, or by encouraging the use of renewable biomass (such as açai and rice husks, waste locksmiths and furniture industries, etc.) as fuel in the ceramic industry. To learn more about projects and offset yout emissions while investing in benefits for local communities and the world, just click on the PROJECTS menu!

Voltar para o blog

Assine a nossa newsletter

Somos pioneiros em Gestão Climática e geração de créditos de carbono com impacto positivo.